BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

07/07/2020 - GASTO DO TESOURO COM ROMBO DE MILITAR É 17 VEZES O DE APOSENTADO DO INSS


(Por Antonio Temóteo)

O gasto proporcional do governo para cobrir o rombo no sistema de proteção social dos militares em 2019 foi 17 vezes o valor gasto com um trabalhador do setor privado que se aposenta pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Os dados divulgados nesta segunda-feira (6) pelo Tesouro Nacional mostram que foram gastos, em média, R$ 121,2 mil para cobrir o rombo de cada militar. No caso dos beneficiários do INSS, o valor foi de R$ 6.900. Para cada servidor público, o gasto médio foi de R$ 71,6 mil.

Quem começar a receber agora o auxílio de R$ 600 ganha 3 ou 5 parcelas?
No total, o Tesouro teve que cobrir um rombo de R$ 318,4 bilhões em gastos previdenciários no ano passado.

Apesar de proporcionalmente o gasto com os militares ser maior, o INSS tem o maior peso em números absolutos, já que representa um contingente de pessoas muito maior.

Rombo total da Previdência em 2019:

 - Aposentados do INSS: R$ 213,3 bilhões
 - Servidores públicos: R$ 53,1 bilhões
 - Militares: R$ 47 bilhões
 - Policiais militares e civis do Distrito Federal: R$ 5 bilhões

Renda do militar é 6 vezes a do aposentado do INSS
O Tesouro também comparou a renda dos militares na reserva com a dos demais aposentados.

A remuneração média dos militares que estão na reserva (R$ 128,2 mil por ano) é mais de seis vezes a de um aposentado do INSS (R$ 20,4 mil por ano). O servidor público aposentado recebe, em média, R$ 116,4 mil por ano.

A renda média do brasileiro, em geral, é de R$ 17,3 mil por ano.

Reforma aprovada para setor privado, servidores e militares
A reforma da Previdência, aprovada em novembro de 2019, mudou as regras para se aposentar e ter direito a outros benefícios, como pensão por morte e auxílio-doença. Além disso, o Congresso aprovou novas regras para que militares passem para a inatividade.

A série de reportagens "Guia da Aposentadoria", do UOL Economia, explica as novas regras de um jeito simples de entender. (Fonte: UOL)




Fonte: UOL / FEEB PR

 Outras Notícias

06/08/2020 - HOJE TEM NEGOCIAÇÃO COM A FENABAN

06/08/2020 - BANCO DO BRASIL TEM LUCRO DE R$ 3,2 BILHÕES NO 2º TRIMESTRE

06/08/2020 - BANCO DO BRASIL - FUNCIONÁRIOS QUEREM SAÚDE E MANUTENÇÃO DE DIREITOS NO TELETRABALHO

06/08/2020 - POR QUE É IMPORTANTE REGULAMENTAR O HOME OFFICE

06/08/2020 - COM CPMF, SEM FGTS: GUEDES QUER PREJUDICAR TRABALHADOR DUAS VEZES

06/08/2020 - JUSTIÇA ANULA DEMISSÃO DE 747 FUNCIONÁRIOS DA RENAULT E PREVÊ MULTA EM CASO DE DESCUMPRIMENTO

06/08/2020 - POR 7 A 4, STF DERRUBA CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE SALÁRIO-MATERNIDADE

06/08/2020 - CORONAVÍRUS: ATITUDES INDIVIDUAIS SÃO FUNDAMENTAIS PARA CONTROLE DO VÍRUS, DIZEM ESPECIALISTAS

05/08/2020 - SENADO VOTA NA QUINTA-FEIRA PROJETO QUE LIMITA JUROS DE CHEQUE ESPECIAL E CARTÃO DE CRÉDITO

05/08/2020 - MP CADUCA, MAS CAIXA DIZ QUE VAI MANTER CRONOGRAMA DE SAQUE DO FGTS; VEJA

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2020 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.